Presidente da Espanha pede resposta da Venezuela sobre caso ETA

O chefe do governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, pediu nesta quarta-feira, em entrevista televisionada, "uma resposta" das autoridades venezuelanas ao pedido de ajuda para investigar a suposta presença de membros do ETA nesse país para receber treinamento.

"As declarações - que causaram a polêmica - de dois supostos membros do ETA dão indícios suficientes para que isso seja investigado e que o governo da Venezuela nos dê uma resposta", declarou Zapatero em uma entrevista à emissora privada espanhola Telecinco.

Dois supostos membros do ETA detidos na semana passada declararam à polícia que receberam cursos de formação na Venezuela em 2008, anunciou a Justiça espanhola na segunda-feira.