Israel expulsa Nobel da Paz Mairead Maguire

      JERUSALÉM - As autoridades israelenses expulsaram na noite de segunda-feira a militante pacifista Mairead Maguire, nascida na Irlanda do Norte e Prêmio Nobel da Paz, após uma decisão da Suprema Corte de Israel. "Mairead Maguire foi expulsa às 4h (23h de Brasília, segunda-feira) para Londres. A operação aconteceu sem incidentes", anunciou a porta-voz do ministério do Interior, Sabine Hadad.

Na segunda-feira, a Suprema Corte de Israel, principal tribunal do país, rejeitou a apelação de Mairead Maguire contra a ordem de expulsão e contra a proibição de entrada em território israelense durante 10 anos.

Maguire, 66 anos, foi detida em 28 de setembro ao desembarcar no aeroporto Ben Gurion de Tel Aviv. Ela havia programado uma visita de uma semana, com reuniões com militantes pacifistas em Israel e nos territórios palestinos.

As autoridades israelenses já haviam expulsado Mairead Maguire em junho, quando ela integrou a frota irlandesa que tentou romper o bloqueio marítimo da Faixa de Gaza.