Tribunal tailandês suspende extradição do 'mercador da morte' para os EUA

     BANGCOC - Um tribunal da Tailândia rejeitou nesta segunda-feira o pedido de extradição imediata para os Estados Unidos do traficante de armas russo Viktor Bout, conhecido como 'mercador da morte' e acusado de terrorismo pela justiça americana.

Em agosto, o Tribunal de Apelação da Tailândia havia respondido de maneira favorável ao pedido de extradição americano, mas o procedimento foi bloqueado por uma segunda ação que a justiça dos Estados Unidos apresentou no início de 2010 pelo temor de que a primeira não seguisse adiante.

Ao fim de uma audiência de várias horas, o Tribunal Penal da Tailândia considerou que a segunda ação não podia ser abandonada inmediatamente, apesar de um pedido americano neste sentido.

A corte adiou a análise do caso para audiências posteriores, o que suspende de fato por tempo indeterminado o processo de extradição.