Colonos judeus incendeiam mesquita na Cisjordânia

      BEIT FAJJAR - Uma mesquita foi incendiada nesta segunda-feira por colonos judeus na localidade de Beit Fajjar, perto de Belém, na Cisjordânia, informaram autoridades locais palestinas. Seis homens armados que estavam em um automóvel chegaram a Beit Fajjar e pararam em frente à mesquita, em cuja fachada escreveram lemas vingativos e insultos, indicaram testemunhas palestinas à AFP. Depois, o grupo entrou na mesquita, onde provocou um incêndio, segundo as testemunhas.

Os seis homens, entre os quais um usava uma máscara e outro, uma quipá, permaneceram no local por 20 minutos, informaram as fontes, afirmando que os agressores eram colonos judeus. O fogo teria danificado 15 exemplares do Alcorão, ainda de acordo com as testemunhas.

A polícia israelense já iniciou uma investigação para apurar o caso, segundo Micky Rosenfeld, porta-voz da corporação, acrescentando que vários especialistas foram mobilizados para determinar a origem do incêndio. Rosenfeld evitou se pronunciar sobre a identidade dos autores do atentado.

Colonos judeus extremistas praticam há meses uma política sistemática de represálias, que consiste em atacar alvos palestinos cada vez que o governo israelense adota medidas consideradas por eles como contrárias à colonização.