Sobe para 36 o nº de mortos em choque de trens na Indonésia

Pelo menos 36 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em uma colisão entre dois trens na ilha indonésia de Java, indicaram fontes oficiais neste sábado. Os dois trens de passageiros se chocaram no início da madrugada pelo horário local (noite de sexta no Brasil) na estação de Petarukan, litoral norte de Java Central, informou o Ministério de Transporte à agência indonésia de notícias Antara. As informações são da agência EFE.

O Ministério tinha indicado anteriormente que o número de mortes confirmadas era de 43, e poderia haver mais vítimas. O acidente aconteceu quando um trem que seguia para Surabaya avançou contra os vagões traseiros de uma composição com destino a Semarang que estava parada na plataforma. Segundo as autoridades, o erro foi causado por uma falha humana. "A causa mais provável é um falha na gestão do sistema de tráfego", indicou o porta-voz da polícia, Iskandar Hassan.

A maioria das vítimas estava no trem que estava em movimento, que descarrilou e tombou após se chocar com o que estava estacionado. As autoridades afirmam que o número de mortes pode aumentar, pois ainda há vários corpos presos entre as ferragens do trem. "Trinta e seis pessoas morreram e mais de 30 ficaram gravemente feridas", disse à AFP o porta-voz do ministério indonésio dos Transportes, Bambang Ervan. O balanço de vítimas ainda é parcial.

A imprensa destaca que as equipes de resgate demoraram para chegar ao local e não têm os equipamentos adequados para liberar os passageiros presos nas ferragens. O porta-voz da rede nacional de ferrovias, Sugeng Priyono, confirmou a demora no socorro. "As equipes de resgate demoraram porque os equipamentos pesados estavam longe do local do acidente", afirmou.As vítimas estavam em três vagões, que descarrilharam e tombaram à margem dos trilhos.

Enquanto isso, na localidade de Solo, na mesma ilha de Java, um trem sofreu outro acidente que causou a morte de pelo menos uma pessoa, segundo as autoridades. Os acidentes de transporte na Indonésia são frequentes devido a más infraestruturas, excesso de passageiros e falta de controles.