Coalizão no poder lidera eleições legislativas na Letônia

 

A coalizão de centro-direita no poder na Letônia, que aplica uma drástica política de austeridade, obteve ampla maioria nas eleições legislativas deste sábado, segundo resultados parciais.

Os três partidos do governo obtiveram um total de 60,84% dos votos, depois da apuração de quase três quartos das urnas, informou a Comissão Eleitoral Nacional, frente a 22,97% dos votos obtidos pelo partido de esquerda Centro Harmonia, forte entre a minoria russa e vinculado ao partido Rússia Unida do primeiro-ministro russo, Vladimir Putin.

Com estes resultados, a coalizão obtinha uma maioria de 64 dos 100 assentos do Parlamento da Câmara Única, segundo estimativas da emissora pública. Atualmente, ocupam 47.

O partido Unidade, do primeiro-ministro Valdis Dombrovskis conseguiria 34 cadeiras.

A mesma previsão dá 27 cadeiras ao Centro Harmonia, frente às 18 das quais dispunha até agora.

"Gostaria de agradecer todos os eleitores que apoiaram a Unidade", declarou Dombrovskis, entre gritos de alegria de seus simpatizantes. "Votaram de forma convincente pela estabilidade", completou.

A taxa de participação alcançou 62,62%, acima das legislativas anteriores.

Essas eleições, concluídas às 20h00 locais (14h00 de Brasília), eram um teste decisiva para o primeiro-ministro Valdis Dombrovskis, que desde sua chegada ao poder, em março de 2009, está aplicando duras medidas de austeridade, com fortes cortes de salários e aumento de impostos, como parte de um plano para se recuperar da crise.