Chefe da diplomacia da UE pede que ordem constitucional seja preservada no Equador

 

A chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, pediu nesta quinta-feira que a ordem constitucional seja preservada no Equador e disse estar "muito preocupada" com os recentes eventos nesse país.

"Peço firmemente a todas as partes que evitem recorrer à violência e a ações que possam socavar a ordem constitucional", declarou a Alta Representante da União Europeia para Assuntos Exteriores, citada por sua porta-voz, Maja Kocijancik.

"Peço a preservação da ordem constitucional no Equador e expresso meu apoio total às instituições democraticamente eleitas", acrescentou.

O presidente equatoriano Rafael Correa denunciou nesta quinta-feira uma "tentativa de golpe de Estado" depois que militares ocuparam o aeroporto de Quito e que policiais tomaram o Congresso, em uma das piores crises enfrentadas pelo presidente esquerdista.

A União Europeia acompanha atentamente a situação, disse Kocijancik.