Libertado alto dirigente de Hamas detido no Egito

     CAIRO - As autoridades egípcias libertaram nesta sexta-feira um alto dirigente do movimento Hamas que havia sido detido há duas semanas. Mohamed Khamis Dababech, apresentado como chefe do serviço de segurança pública subordinado ao Hamas, foi detido ao chegar no Cairo procedente de Damasco, há cerca de duas semanas.

Ele é suspeito de "envolvimento em atividades nocivas à segurança nacional egípcia, entre elas uma tentativa de traficar quantidade significativa de sistemas de telecomunicações sofisticados", segundo a imprensa local. Dababech também é acusado de estar envolvido na morte, em janeiro deste ano, de um policial egípcio durante um tiroteio na fronteira com a Faixa de Gaza, território sob controle do Hamas.

Em Gaza, o porta-voz do Hamas, Sami Abú Zuhri, declarou à AFP que sua libertação foi fruto de contatos intensos com as autoridades egípcias.