Israel estaria disposto a 'compromisso' sobre suspensão dos assentamentos

     JERUSALÉM -  Israel está disposto a alcançar um "compromisso aprovado por todas as partes" em relação à extensão do decreto que determina o congelamento da colonização na Cisjordânia, disse à AFP um alto funcionário israelense, que pediu o anonimato.



"Israel está disposto a chegar a um compromisso aprovado por todas as partes sobre a extensão da suspensão de contrução, dando a entender que esta suspensão poderá não ser total", afirmou a fonte.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, "mobiliza esforços intensivos para chegar a tal compromisso antes que expire a moratória no dia 26 de setembro", explicou.


Na quinta-feira, o presidente americano, Barack Obama, afirmou na Assembleia Geral da ONU que a "moratória deveria ser prolongada".