Chávez nega possibilidade de fraude nas eleições na Venezuela

O presidente venezuelano Hugo Chávez insistiu nesta sexta-feira que não existe a possibilidade de uma fraude nas eleições legislativos de domingo, nos quais serão eleitos novos deputados da Assembleia Nacional, e reiterou seu pedido para que os resultados eleitorais sejam respeitados.

"Ninguém pode dizer, a menos que seja um irresponsável, que existe uma fraude montada (...) Não há possibilidade de uma fraude, mas existe quem ande dizendo isso", afirmou Chávez num ato de governo transmitido pela tv estatal.

"Faço um chamado para que respeitemos o país, a seriedade do país, a maturidade deste povo, que, estou certo, nos vai dar uma demonstração de sua fé democrática no domingo", acrescentou.

Mais de 17 milhões de venezuelanos vão eleger um novo Parlamento no domingo, em uma votação que foi transformada por Hugo Chávez numa espécie de plebiscito sobre seu projeto político, onze anos depois de chegar ao poder.

"Temos a obrigação de ganhar as eleições. Nunca mais perderemos", afirmou o chefe de Estado na semana passada.

Para o governo, o objetivo é conseguir dois terços do total de 165 cadeiras em jogo, o que abrirá o caminho para seguir adiante com a chamada revolução bolivariana, o projeto político lançado por