Americana que foi detida no Irã reúne-se com Ahmadinejad em Nova York

A americana Sarah Shourd, libertada depois de ter ficado presa por mais de um ano no Irã sob a acusação de espionagem, reuniu-se nesta sexta-feira com o presidente iraniano em Nova York para solicitar a libertação de seu namorado e um amigo, segundo a rede ABC.

"Falar com o presidente" iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, "é algo pelo que rezei muito tempo na prisão", disse Shourd ao canal ABC.

"Quero agradecer o senhor Ahmadinejad por seu gesto de permitir que minha mãe e eu nos reuníssemos com ele, assim como as mães de Shane e Josh. Foi um gesto muito amável e um bom encontro", completou.

Shourd, 32 anos, detida em julho de 2009 no Irã, foi libertada na semana passada. Seu namorado, Shane Bauer, e seu amigo, Josh Fattal, continuam presos.

Eles são acusados pelas autoridades iranianas de serem espiões. No entanto, alegam que estavam praticando caminhada nas montanhas do Curdistão iraquiano e entraram por engano no território iraniano.