Dezenove civis mortos em novo ataque islamita na Somália

Rebeldes islamitas shebab lançaram, esta quinta-feira, um novo ataque em Mogadíscio, capital somaliana, contra as forças governamentais e as tropas de paz da União Africana (AMISOM), no qual morreram pelo menos 19 civis, informaram fontes médicas e testemunhas.

Os combates explodiram de madrugada em vários bairros da cidade, comprovou um jornalista da AFP no local.

Os insurgentes atacaram as posições das forças governamentais de transição e da AMISOM nas linhas de frente no norte e no sul da capital somaliana, onde foram registradas violentas trocas de tiro de artilharia.

"Contamos 19 civis mortos nos combates até agora e pelo menos 86 ficaram feridos. A maioria foi vítima de bombardeios no mercado de Bakara", reduto dos rebeldes, informou à AFP o chefe dos serviços de ambulâncias de Mogadíscio, Ali Muse.

"Nunca havia visto semelhante banho de sangue, nove pessoas morreram na hora em Bakara", quando um obus de morteiro caiu sobre um caminhão cheio de passageiros, contou uma testemunha.

"Entre as vítimas há mulheres e crianças", contou Ahmed Abdulahi, outra testemunha, entrevistada pela AFP.

Este novo ataque dos rebeldes shebab ocorre após uma violenta ofensiva lançada em 23 de agosto pelos insurgentes em Mogadíscio, que durou quase 15 dias. As forças governamentais deixaram, então, mais de uma dezena de posições avançadas nas linhas de frente, obrigando a AMISOM a intervir para substituí-las.