Detetive de Nova Orleans é condenado por ocultar tiroteios após passagem do furacão Katrina

WASHINGTON - Um ex-policial de Nova Orleans foi condenado na quarta-feira a três anos de prisão por ter acobertado dois tiroteios após a passagem do furacão Katrina em 2005, informou o Departamento de Justiça. Jeffrey Lehrmann se declarou culpado em março da acusação de ter acobertado os tiroteios que deixaram dois mortos e quatro feridos, o que foi considerado obstrução da justiça. No incidente, conhecido como o caso da ponte Danziger, dois civis morreram e quatro ficaram feridos em dois tiroteios em 4 de setembro de 2005, uma semana depois da passagem devastadora do furacão Katrina. Documentos judiciais indicam que cinco policiais abriram fogo sem motivo aparente contra as vítimas e depois tentaram esconder os fatos.