Coreia do Norte reorganiza cúpula antes de reunião do partido

SEUL - O governo da Coreia do Norte anunciou nesta quinta-feira uma reorganização nas principais esferas do poder, poucos dias antes de uma reunião excepcional do partido que pode abrir o caminho para a sucessão de Kim Jong-Il por seu filho mais novo. O primeiro vice-ministro das Relações Exteriores, Kang Sok Ju, foi nomeado vice-premier do gabinete, anunciou a agência oficial norte-coreana. Kim Kye-Gwan, principal negociador do país nas conversações multilaterais sobre a questão nuclear, substitui Kang Sok-Ju na chancelaria. A reorganização acontece cinco dias antes da reunião do partido que governa o país e que decidirá o novo comando da formação. Segundo os analistas, a reunião deve iniciar principalmente o processo de sucessão de Kim Jong-Il, que está com a saúda abalada. O filho mais novo do ditador, Kim Jong-Un, de 27 anos, deve ser anunciado como o sucessor. A reunião do partido deve dar os postos chaves do partido a pessoas ligadas ao jovem Kim Jong-Un, entre elas o cunhado do "Querido Líder", Jang Song-Thaek. Kim Jung-Un deve permanecer em uma posição na sombra, em um momento no qual a Coreia do Norte está com a economia em ruínas e precisa de ajuda para administrar a crise de alimentos após as inundações do verão. Ele pode ocupar um cargo oficial na hierarquia, mas é improvável que seu pai deixe o posto antes da morte, segundo os analistas.