Mineiro chileno vê nascimento de filha por vídeo

Agência AFP

SANTIAGO - Ariel Ticona, um dos 33 mineiros presos na mina chilena desde 5 de agosto, pode estar seaparado de sua mulher por toneladas de rochas e terra, mas nesta quarta-feira conseguiu ver o nascimento de sua filha por vídeo, informaram fontes oficiais.

A filha de Ticona, Esperanza, nasceu na terça-feira em uma clínica perto da cidade de Copiapó, e os parentes gravaram o parto com o objetivo de mostrá-lo ao pai da criança.

O vídeo foi enviado aos mineiros que estão 700 metros abaixo da terra via um duto pelo qual eles recebem comida, água e outros suprimentos. Os mineiros também têm telefone e vídeo para conversar com familiares que ficam em uma tenda montada perto da mina, assim como artigos eletrônicos para assistir às gravações.

"Ele viu o vídeo", disse Alberto Iturra, o psicólogo da equipe de resgate, à AFP.

De acordo com Iturra, o irmão de Ticona, Cristian, colocou o vídeo no ar logo depois do nascimento e conseguiu falar com o mineiro.

"Foi emocionante", disse Iturra.