Seleção americana de basquete dedica vitória às vítimas do 11/09

Agência AFP

ISTAMBUL - A seleção americana de basquete lembrou neste sábado, depois de sua vitória sobre a Lituânia (89-74) nas semifinais do Mundial da Turquia, as vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2001, no dia de seu nono aniversário.

"Alguns jogadores escreveram a data do 11 de setembro de 2001 em seus tênis. E levamos as mãos ao coração durante a cerimônia do hino, para lembrar as vítimas daquele dia e aqueles que de alguma forma sofreram com a tragédia, que todos vivemos", disse o lateral André Iguaodala.

Um dos jogadores que decidiram colocar uma lembrança dos atentados em seu tênis foi a estrela da partida, Kevin Durant, autor de 38 pontos.

O técnico Mike Krzyzewski também se somou à homenagem e admitiu que a data é sempre emotiva e diferente para os americanos, há nove anos.

"Nos lembramos das 3.000 pessoas que morreram. Eu mesmo conheci pessoas que desapareceram nessa tragédia. É uma data sempre triste, apesar de vivermos uma alegria esportiva como esta", completou.

dr/age/lb