Polícia espanhola prende dois criminoss colombianos

Agência ANSA

MADRI - A polícia espanhola prendeu hoje dois criminosos ligados a "assassinatos seletivos, sequestros e torturas" na Colômbia, considerados entre os cidadãos "mais perigosos" deste país.

Fontes da polícia e da Guarda Civil espanhola afirmaram que Mauricio Alberto González Sepúlveda, conhecido como Ronco, e Henry Norberto Valdés Marin, o Pollo, foram postos à disposição da Audiência Nacional para que sejam extraditados para Bogotá.

Acusados de homicídio, porte ilegal de armas, torturas, tráfico de drogas e sequestro, os criminosos faziam parte do "escritório de cobranças" dos carteis do narcotráfico.

Ronco e Pollo foram presos nas localidades de Valência e La Eliana, na região leste do país, em uma operação conjunta entre as polícias espanhola e colombiana.

As forças de ordem informaram que, após a desmobilização da organização de ultradireita Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC), várias pessoas do grupo fugiram do país para se instalar na Europa e trabalhar para os "escritórios de cobranças".