Furacão Igor avança para o Caribe e pode atingir o Haiti

Agência AFP

MIAMI - O furacão Igor avançava, esta segunda-feira, pelo Atlântico, sem ameaçar terra firme por enquanto, embora suas fortes chuvas e ventos possam atingir várias ilhas do Caribe nos próximos dias, inclusive o Haiti, onde milhares de pessoas permanecem desabrigadas desde o terremoto devastador de janeiro passado.

"Igor continuará sendo um poderoso furacão até a quarta-feira" e espera-se que, a partir da noite de quarta-feira, atinja com fortes ondulações, chuvas e ventos as Antilhas menores, Porto Rico, Ilhas Virgens e outras áreas do Caribe, informou o Centro de Controle de Furacões, sediado em Miami (Flórida, EUA).

Às 21H00 GMT (18h00 de Brasília), o furacão tinha ventos de 240 km/h e o olho estava 1.335 km ao leste das Antilhas menores do norte, deslocando-se para oeste com velocidade de 17 km/h.

Os fortes ventos do Igor se estendem a 85 km de seu centro, enquanto os ventos com força de tempestade tropical, superiores a 100 km/h, chegam a 315 km de seu centro.

Os especialistas calculam que o furacão possa girar na direção oeste-noroeste a partir de terça-feira, quando se aproximará do norte do Caribe.

A Agência de Proteção Civil do Haiti declarou "alerta laranja", advertindo que várias regiões podem ser inundadas após as fortes chuvas esperadas com a aproximação do Igor.

O Centro de Furacões informou que uma área de mau tempo detectada na ilha Hispaniola - compartilhada pelo Haiti e pela República Dominicana -, com chuvas e ventos fortes, esta segunda-feira, tem 40% de chances de se transformar em um novo furacão.