Ex-presidente Néstor Kirchner recebe alta depois de cirurgia cardíaca

Agência Brasil

BUENOS AIRES - Pouco mais de 20 horas após ser submetido a uma angioplastia, o ex-presidente argentino Néstor Kirchner recebeu alta da Clínica Los Arcos e voltou para a residência oficial de Olivos. Desde que foi internado na madrugada de domingo para uma cirurgia de emergência, após sentir dores no peito, o atual deputado, secretário-geral da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) e dirigente do Partido Justicialista, esteve acompanhado de sua mulher, a presidente Cristina Kirchner.

Ontem, foram divulgados três boletins médicos informando progressiva melhora no estado de saúde de Kirchner, que é candidato informal à eleição presidencial do ano que vem. Amanhã, ele deveria participar de uma manifestação política que reuniria os jovens de Buenos Aires filiados ao Partido Justicialista. O evento está marcado para as 17h, no Luna Park, área da capital argentina onde tradicionalmente ocorrem comícios e passeatas. A convocação para a manifestação está em cartazes espalhados pela cidade.

Néstor Kirchner, segundo fontes oficiais, deverá retomar progressivamente suas atividades. A Casa Rosada, sede do governo argentino, não se manifestou sobre a manutenção ou a suspensão do ato político no Luna Park. A cirurgia à qual Kirchner foi submetido requer repouso de dois a cinco dias para plena recuperação, de acordo com informações dos médicos que atenderam o ex-presidente.