Casa Branca se declara 'esperançosa' de libertação de Sarah Shourd

Agência AFP

WASHINGTON - A Casa Branca declarou-se "esperançosa" de que o Irã vai libertar a americana Sarah Shourd, detida há mais de um ano junto com dois amigos, indicou neste domingo o assessor presidencial David Axelrod.

"Obviamente estamos esperançosos e satisfeitos com a notícia, mas já houve idas e vindas antes nesta questão. Por isso, vamos esperar o que acontece, estamos à espera", destacou Axelrod, em entrevista à rede de televisão NBC.

Neste domingo, Teerã anunciou que estaria disposta a libertar a jovem de 32 anos mediante o pagamento de meio milhão de dólares em fiança, após dois dias de informações contraditórias sobre sua situação.