Brasil está disposto a mediar questão nuclear iraniana, diz Amorim

Agência Brasil

BRASÍLIA - O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, afirmou hoje (11) que o Brasil ainda está disposto a mediar os conflitos sobre o programa nuclear iraniano, se houver pedido de alguma das partes envolvidas. O ministro disse que se sente decepcionado pelo fato de o acordo mediado pelo Brasil e pela Turquia, em maio, ter sido ignorado.

De acordo com a agência portuguesa Lusa, a declaração foi feita durante a 8ª Conferência Anual do International Institute for Strategic Studies (IISS), cujo tema é A Governança da Segurança Global e a Nova Distribuição de Poder. O evento termina amanhã (12) em Genebra, na Suíça.

Amorim afirmou que o Brasil está convencido de que as desavenças sobre o programa nuclear iraniano podem ser resolvidas por meio de negociação.

O acordo, de quatro meses atrás, previa a troca de urânio pouco enriquecido por combustível nuclear, mas o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou novas sanções contra o Irã três semanas depois.