Avião sem piloto americano mata seis militantes no Paquistão

Agência AFP

MIRANSHAH - MIRANSHAH, Paquistão, 8 Set 2010 (AFP) -Ao menos seis militantes islâmicos morreram na madrugada desta quinta-feira em um ataque de um avião sem piloto (drone) dos Estados Unidos contra uma zona tribal do noroeste do Paquistão, na fronteira com o Afeganistão, informaram os serviços de segurança.

O último ataque teve como alvo o Waziristão do Norte, o mesmo distrito atingido em outros três ataques com aviões sem piloto nas últimas 24 horas, e um conhecido reduto de militantes talibãs e vinculados à rede terrorista Al-Qaeda.

No total, 24 militantes morreram nos quatro ataques.

O alvo do quarto avião foi um complexo nos arredores de Miranshah, principal cidade do Waziristão do Norte.

"Dois aviões sem piloto americanos dispararam três mísseis. Temos informações de que seis militantes foram mortos", disse à AFP uma autoridade de segurança em Peshawar.

Moradores de Miranshah disseram ter ouvido três grandes explosões e depois os moradores enviaram pedidos de ajuda de mesquitas locais.

"Militantes retiraram seis cadáveres e cinco pessoas ficaram seriamente feridas", disse um morador à AFP, sob a condição de ter sua identidade preservada.

"Eles ainda estão escavando as ruínas e duas casas vizinhas também foram danificadas", acrescentou.

Dois oficiais de inteligência em Miranshah confirmaram o ataque e o número de mortos.