Sobe para nove o número de turistas portugueses mortos no Marrocos

Agência AFP

MADRI - Nove turistas portugueses morreram e 14 ficaram feridos em um acidente de ônibus na manhã desta quarta-feira entre o território espanhol de Ceuta e a cidade marroquina de Tetuan, informou o ministério do Interior do Marrocos.

"Entre os nove mortos estão oito mulheres, incluindo uma adolescente, e um homem", afirmou uma fonte médica. O motorista, espanhol, e um guia marroquino também ficaram feridos. O balanço anterior registrava oito mortos e 11 feridos.

"Havia muita neblina e uma chuva fina. O ônibus caiu em um barranco", afirmou uma testemunha.

Mas uma fonte policial em Tetuan afirmou à AFP que o excesso de velocidade seria outra causa do acidente". Os feridos foram levados para os hospitais de Tetuan, Fnideq e M'diq (a 10 km de Ceuta).

O secretário de Estado para as Comunidades portuguesas, Antonio Braga, disse que "as causas do acidente ainda não foram estabelecidas.

Segundo testemunhas citadas pela imprensa portuguesa, o veículo circulava em um comboio de vários ônibus. O coletivo transportava um grupo de 44 turistas portugueses que integrava uma excursão ao Marrocos como parte de um cruzeiro pelo Mediterrâneo, afirmou em Lisboa o porta-voz da empresa Classic International Cruises.

O ônibus pertencia a uma empresa de transportes de Ceuta, o enclave espanhol no Marrocos, onde o cruzeiro "Funchal", com 400 turistas portugueses, fez uma escala.