Morre bispo responsável por diálogos pela paz na Colômbia

Agência ANSA

BOGOTÁ - A Igreja católica da Colômbia informou hoje a morte de Dom Jaime Prieto Amaya, atual bispo da cidade de Cúcuta, na fronteira com a Venezuela, em decorrência de um tumor cancerígeno.

Dom Prieto tinha 69 anos de idade e havia sido ordenado sacerdote em 1965. Depois disso, realizou estudos de sociologia pastoral no Centro Internacional de Sociologia, em Roma, na Itália, e se formou em Ciências Sociais pelo Instituto Católico de Paris, na França.

Em 11 de novembro de 1993, o papa João Paulo II o designou bispo de Barrancabermeja. Ele chegou à diocese de Cúcuta em 7 de fevereiro de 2009. Atualmente, desempenhava ainda a presidência da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Caritativa.

Hoje, Prieto foi recordado pelo titular da Conferência Episcopal Colombiana, Dom Juan Vicente Córdoba, como "uma das pessoas que mais lutou pela paz, por diálogos, pela justiça e pela denúncia".

Dom Prieto, em várias ocasiões, foi nomeado pela Igreja para mediar diálogos de paz entre o governo colombiano e grupos guerrilheiros, em especial o Exército de Libertação Nacional (ELN).