Mãe é suspeita de jogar bebê pela janela na França

Agência AFP

PARIS - Uma menina de apenas duas semanas morreu na quinta-feira à noite depois de ser jogada pela janela de seu quarto, no oitavo andar de um prédio de Toulouse (sudoeste da França), provavelmente pela mãe, que foi detida.

"Há muitos motivos para pensar que esta menina foi jogada pela mãe. O bebê morreu na hora", declarou o promotor de Toulouse, Michel Valet.

No momento da tragédia, a mulher, de 34 anos, estava sozinha dentro do apartamento com a filha. O marido e pai do bebê, um médico, estava no trabalho, segundo o promotor.

Segundo uma fonte ligada à investigação, a irmã da suposta criminosa, que estava na porta do apartamento, ouviu o bebê chorar, mas não conseguiu entrar a tempo. Quando entrou no local, viu a sobrinha no chão do primeiro andar. A criança não sobreviveu a uma queda de 20 metros de altura.

Um juiz será designado para comandar o processo e tentar compreender o desenvolvimento dos fatos, explicou o promotor. Vizinhos do casal ficaram chocados com o crime.

"É um casal muito amável. É difícil acreditar que tenha feito algo assim. É uma mulher de bem, estava tão feliz de ter um filho, era o primeiro. Deve sofrer de depressão", declarou à AFP uma moradora do terceiro andar do edifício.