Homens armados libertam centenas de presos e matam quatro na Nigéria

Agência AFP

KANO - Um grupo de homens armados libertou centenas de presos no norte da Nigéria, incluindo cerca de 150 supostos membros da seita islamita Boko Haram, deixando quatro mortos, informou nesta quarta-feira um guarda da prisão de Bauchi.

Segundo o chefe da polícia do estado, quatro pessoas morreram no enfrentamento com os homens armados.

"Havia 762 detentos quando o ataque começou", disse à AFP Mohamed Ahmed, diretor da prisão. "Escaparam 732 e ficaram 30".

"A prisão ficou praticamente vazia, os agressores libertaram quase todos os presos", disse Salisu Mohamed.

De acordo com o segurança, apenas 37 dos mais de 900 detentos mantidos nas celas permanecem presos, e que somente um dos cerca de 150 supostos membros da Boko Haram, conhecidos como "talibãs nigerianos", não foi libertado.

"Eram muitos e estavam bem armados. Começaram a disparar na entrada da prisão", relatou Mohamed.