Escola australiana premia aluno fantasiado de Hitler

Agência AFP

SYDNEY - Uma escola do oeste da Austrália pediu desculpas aos pais de seus alunos nesta sexta-feira, depois que um menino vestido como Adolf Hitler ganhou um concurso de fantasias. A fantasia do aluno de 9 anos foi escolhida a melhor de sua sala pelo diretor e por professores. A roupa incluía uma suástica, símbolo do regime nazista.

A escola católica - cujo nome não foi revelado - fica na cidade de Perth. Uma carta pedindo desculpas aos pais das crianças foi enviada nesta sexta-feira, após uma série de reclamações sobre a fantasia.

"É uma coisa que, olhando para trás, faríamos diferente", afirmou o diretor, cujo nome não foi divulgado, ao jornal local The West Australian. Ele tentou se defender estimando que "Hitler era uma pessoa bastante famosa".

"Para mim, estão fazendo uma tempestade em copo d''água", acrescentou, em entrevista ao diário.

A carta aos pais indica que futuros concursos de fantasias considerarão apenas personagens "adequados para estudantes da escola primária", e que todos os cuidados seriam tomados para que os alunos compreendessem a "sensibilidade" em torno de certas pessoas.