Detida no México argentina suspeita de envenenar atriz venezuelana

Agência AFP

CIDADE DO MÉXICO - A justiça mexicana ordenou a detenção preventina da argentina Marcia Celeste Fernández, acusada de tentar envenenar sua chefe, a atriz venezuelana de televisão Gabriela Spanic.

A argentina de 24 anos permanecerá detida até ser concluída a investigação por tentativa de homicídio, informou a Procuradoria Geral de Justiça do Distrito Federal em comunicado.

Fernández, que trabalhava como assistente da atriz e ex-rainha da beleza venezuelana, foi detida quando regressava de seu país com quatro cápsulas de sulfato de amônio, a substância que vinha utilizando para envenenar paulatinamente Spanic e dois familiares.

Segundo as primeiras investigações, a argentina introduzia de forma sistemática pequenas doses do veneno na comida da família.

A atriz, que faz atualmente uma telenovela no México, fez a denúncia de envenenamento depois de submeter-se a tratamento médico.