Após briga, brasileiro é preso na Itália por morte de vizinho

Portal Terra

ITÁLIA - Um brasileiro foi preso nesta segunda-feira pela polícia da Itália acusado de ter matado um operário albanês e ferido um sobrinho dele porque os dois, seus vizinhos, reclamaram do volume com que ele falava ao telefone. A informação é da agência Ansa.

O homem, identificado como Riccardo Maurizio Gomez, 43 anos, estava em situação regular no país europeu e não possuía antecedentes criminais, assim como o operário morto, Gijn Perdoka, 42 anos, e o familiar dele, de 22 anos. O brasileiro foi detido sob ordens do procurador de Milão, Nicola Piacente, por volta das 7h (2h no horário de Brasília), quando se apresentou no canteiro de obras onde trabalhava.

A briga com os vizinhos teria ocorrido por volta da 0h de domingo e, segundo uma primeira reconstituição, os dois albaneses foram até a porta de Gomez, reclamando que ele estava falando com voz muito alta ao telefone. Depois, saíram novamente de seu apartamento porque o brasileiro continuava a conversar da mesma forma da varanda.

O confronto prosseguiu na rua, fora do prédio, e o brasileiro - que vive com outra pessoa de mesma nacionalidade, mas que não participou fisicamente da agressão - teria perseguido os dois albaneses e os esfaqueada com uma faca de cozinha.

Acusado de homicídio qualificado por motivos fúteis, e de tentativa de homicídio, Gomez exerceu seu direito de não responder ao inquérito. Perdoka era casado e tinha dois filhos.