Santos assume presidência da Colômbia com promessa de continuidade

Agência AFP

BOGOTÁ - Juan Manuel Santos tomará posse neste sábado na presidência da Colômbia, com a promessa de dar continuidade as políticas de segurança e de abertura econômica de seu predecessor Alvaro Uribe, que deixa o cargo ao final de oito anos de mandato, com um índice de aprovação de 80%.

Considerado o sucessor de Uribe, de quem foi ministro da Defesa entre 2006 e 2009, Santos se apresenta aos colombianos como o presidente que manterá a política de mão dura com a guerrilha, acentuando, ao mesmo tempo, em que promete dar destaque à questão social, num país que possui 46% de pobres e 12% de desemprego.

"Temos muitas esperanças no governo de Juan Manuel Santos que ora começa", declarou Uribe na noite de sexta-feira, ao receber para um jantar os 16 chefes de Estado e representantes estrangeiros convidados para a cerimônia de posse.

Uribe se viu impedido neste ano de optar por um terceiro período de governo por decisão da Corte Constitucional.

Na madrugada deste sábado, Santos realizou um ritual indígena em 'Sierra Nevada de Santa Marta' (norte, sobre o mar do Caribe), durante o qual representantes de comunidades indígenas, como kankuamos, koguis, wiwas e arahuacos, deram-lhe o bastão de comando e muitos conselhos sobre o novo governo.

O ato oficial de posse começa daqui a pouco, a partir das 15h locais (17h, hora de Brasília), nas escadarias do Congresso, na Praça Bolívar, em Bogotá, para 3.000 convidados e delegações de 70 países.