Passageiros feridos em acidente aéreo são levados a Bogotá

Agência AFP

BOGOTÁ - As autoridades colombianas começaram a transferir para Bogotá os feridos mais graves do acidente aéreo ocorrido nesta segunda-feira, na ilha caribenha de San Andrés, informou o coronel Héctor Páez, comandante regional da polícia.

"Estamos evacuando os feridos mais graves, entre eles María Camila, uma menina de 11 anos que ficou presa entre as cadeiras do avião", disse o coronel Páez à imprensa.

Segundo o militar, "já partiram duas pessoas (feridas) em um voo, e outro (voo) levará mais sete". Um terceiro voo irá levar "mais doze pessoas para o tratamento médico adequado em Bogotá".

Do total de 120 feridos no acidente, "seis já receberam alta", revelou Páez.

O acidente deixou apenas uma vítima fatal, uma mulher de 73 anos, que foi retirada com vida do avião, mas morreu de ataque cardíaco quando era levada ao hospital.

O Boeing 737-700 da companhia aérea colombiana Aires, procedente de Bogotá, foi atingido por um raio quando pousava na ilha de San Andrés, caindo na pista e se partindo em três.

cop/LR