Parlamento rejeita moção de censura contra ministro de Berlusconi

Agência AFP

ROMA - O Parlamento italiano rejeitou nesta quarta-feira moção de censura contra o vice-ministro de Justiça, Giacomo Caliendo, evitando assim a eventual queda do governo liderado por Silvio Berlusconi.

A rejeição, na Câmara de Deputados recebeu 299 votos contra, 75 abstenções e 229 a favor.

Os dissidentes da direita italiana liderados por Gianfranco Fini anunciaram na terça-feira que iriam se abster na primeira grande votação no Parlamento depois da divisão na semana passada da direita no poder.

Berlusconi, presente, recebeu aplausos e vaias e não cumprimentou o presidente da Câmara de Deputados, Gianfranco Fini, com quem teve um confronto político, depois de 16 anos de convivência no partido fundado por ambos, o Partido da Liberdade (PDL).