Lugo aparece em público e médico diz que seu estado de ânimo é bom

Agência Brasil

ASSUNÇ O - O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, diagnosticado com um câncer linfático, está bem-humorado e foi informado de que o problema dele pode ser tratado, segundo seu médico particular Nestor Martinez. O presidente amanheceu bem e com excelente estado de ânimo , afirmou o médico. As informações são da agência oficial de notícias da Argentina, Telam, e da Presidência da República.

Ontem, Lugo apareceu em público para assistir à Maratona do Bicentenário, na Praça de Armas, em Assunção, e aparentou estar bem. O médico informou que o tumor descoberto está nos pulmões e na coluna. Ele é semelhante ao gânglio retirado na semana passada na região da virilha.

"É considerado um linfoma não-Hodgkin e podem se formar mais gânglios no corpo , disse Martinez, lembrando que a doença é "totalmente tratável". Segundo ele, "até atingir o último estágio, que não é o caso, ainda há 70% de cura". Ele advertiu que por mais benigno que seja [o tipo de câncer], deve se seguir controlando . As análises foram enviadas para os Estados Unidos e também para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva ofereceu o avião presidencial para transportar Lugo amanhã (10) de Assunção para São Paulo. Lula também ofereceu apoio logístico para o tratamento da doença. O paraguaio deve viajar nesta terça-feira para São Paulo, onde fará mais exames no Hospital Sírio-Libanês.

No último dia 4, Lugo foi submetido a uma cirurgia de emergência para a retirada de um gânglio na virilha. O câncer foi descoberto durante um check-up. A previsão é de que ele permaneça dois dias na capital paulista, onde será definido o tratamento.

O médico Alfredo Boccia, que também acompanha o presidente paraguaio, afirmou que ele poderá continuar no cargo, exercendo normalmente as atividades. A expectativa é de que o tratamento dure seis meses. Em janeiro, Lugo também teve alguns problemas de saúde e teve de se submeter a uma intervenção na próstata.