Fidel critica nomeação de Uribe para investigar ataque de Israel

Agência AFP

HAVANA - O líder cubano Fidel Castro considerou nesta segunda-feira um disparate que o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, tenha nomeado o ex-presidente colombiano Álvaro Uribe como vice-presidente da comissão que investiga o ataque israelense contra a frota humanitária com ajuda para Gaza, em 31 de maio.

"Entre outras coisas absurdas, Ban Ki-moon, cumprindo ordens superiores, incorreu no disparate de nomear Álvaro Uribe vice-presidente da comissão encaregada de investigar o ataque israelense contra a frota humanitária", afirma o líder cubano em mais um artigo publicado na imprensa local.

"Como se um país cheio de valas comuns, com corpos de pessoas assassinadas, algumas até com duas vítimas, e sete bases militares ianques não tivesse a ver com o terrorismo e o genocídio", atacou Fidel.

O ex-presidente cubano manteve no domingo um segundo encontro com um grupo de defensores colombianos dos direitos humanos encabeçado pela senadora Piedad Córdoba, com quem se reuniu anteriormente para falar sobre a situação nesse país.