Explosão de minas mata três soldados da Otan no Afeganistão

Agência AFP

CABUL - Três soldados das forças internacionais morreram neste domingo na explosão de duas minas caseiras, a arma favorita dos insurgentes talibãs, no sul do Afeganistão, um dia depois de outros cinco soldados estrangeiros morrerem nas mesmas circunstâncias, anunciou a Otan.

Dois soldados morreram após a explosão de uma primeira bomba, e posteriormente um terceiro soldado morreu em outra explosão.

A Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf, sob o comando da Otan) não informou a nacionalidade dos soldados, como é costume, deixando que seus países de origem ficassem encarregados da divulgação.

No sábado, cinco soldados das forças internacionais, entre eles dois dinamarqueses, morreram com a explosão de minas caseiras, também no sul do Afeganistão, onde os talibãs estão mais presentes.

No total, 425 soldados estrangeiros morreram em operações militares no Afeganistão este ano, segundo um balanço da AFP feito a partir do site independente icasualties.org.