EUA: aeronave invade espaço aéreo restrito ao avião presidencial

Agência AFP

WASHINGTON - Dois caças da guarda nacional dos Estados Unidos foram mobilizados em caráter de emergência depois que outra aeronave entrou no espaço aéreo restrito sobre o avião presidencial.

"Dois caças F-15 da ala 142 da guarda nacional do Oregon decolaram em resposta a uma violação temporária da restrição de voo perto de Seattle, Washington", afirma um comunicado do Comando Americano de Defesa Aeroespacial (Norad, na sigla em inglês).

O "Air Force One", avião da presidência americana, estava em terra à espera do presidente Barack Obama, que fez uma visita a Seattle para a campanha eleitoral.

"A aeronave saiu do espaço aéreo restrito e não foi interceptada pelos caças", completa o comunicado.

De acordo com o canal NBC, o avião em questão é utilizado para voos turísticos.