Equipe médica visitou americano preso na Coreia do Norte

Agência AFP

WASHINGTON - O governo dos Estados Unidos anunciou nesta segunda-feira que um funcionário do consulado e dois médicos visitaram na semana passada, num hospital de Pyongyang, o americano condenado a oito anos de trabalhos forçados por cruzar ilegalmente a fronteira.

"Pedimos permissão para visitar (Ajalon) Gomes e ela nos foi concedida", disse à imprensa o porta-voz do Departamento de Estado americano, Philip Crowley.