Cameron descarta plano de cortar leite gratuito em creches

Portal Terra

DA REDAÇ O - O primeiro-ministro do Reino Unido David Cameron descartou, neste domingo, os planos da Ministra da Saúde júnior Anne Milton, de remover o leite gratuito nas escolas para crianças menores de cinco anos.

O governo britânico já esperava oposição à medida por parte dos meios de comunicação, pais, creches e do setor leiteiro, informou o site The Guardian.

Em uma carta ao Instituto Escocês, Anne disse: "A abolição do regime pode ser altamente controversa, especialmente porque irá afetar algumas crianças em famílias de baixa renda".

No entanto, ela acrescentou: "Isso não deve nos impedir de terminar uma medida ineficaz - e este seria, claramente, o melhor momento para fazê-la, dado o estado das finanças públicas e a necessidade de fazer economias".

Anne disse que o custo do projeto do leite gratuito é de 50 milhões de libras e chegará a 59 milhões para 2010-2011.

Contudo, a medida não tinha sido repassada para Cameron e a rapidez de sua resposta mostra sua ressonância com governo Thatcher. O plano de Thatcher, como Ministra de Educação nos anos 70, de cortar o leite gratuito das criaças acima de sete anos ainda é um dos aspectos mais lembrados da sua carreira política.

O Ministro da Educação David Willetts disse que a ideia de cortar custos envolve todos os setores. "Estamos fazendo uma revisão global das despesas, por isso estamos olhando um leque de opções. Esta é uma das delas".