Brasil e Argentina promovem cooperação nuclear bilateral

Agência AFP

SAN JUAN, ARGENTINA - Brasil e Argentina assinaram nesta terça-feira uma declaração na qual se comprometem a coordenar ações na área de desenvolvimento nuclear com objetivos pacíficos, à margem da Cúpula do Mercosul realizada na cidade argentina de San Juan (oeste).

"É extraordinário que Argentina e Brasil tenham decidido trabalhar juntos na questão nuclear", disse o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Já a presidente Cristina Kirchner destacou que "tomamos uma decisão clara e concreta em matéria de energia nuclear: o desenvolvimento deve ser de consenso e avançar no mesmo sentido".

Os dois líderes destacaram que todos os países têm soberania para promover o uso da energia nuclear com fins pacíficos.

"Todos os países têm o direito de desenvolver projetos nucleares baseados nos convênios de não proliferação nuclear e com objetivos pacíficos", disse Kirchner.

"Trabalharemos para ter anúncios sobre o tema em uma próxima reunião, em Buenos Aires", prevista para o final do mês.

Brasil e Argentina são os países da região com maior desenvolvimento em matéria nuclear.