Atentado mata dois civis no sul do Afeganistão

Agência AFP

CABUL - Dois civis morreram e cinco ficaram feridos nesta terça-feira na explosão de uma moto-bomba, que tinha como alvo um comboio da polícia no sul do Afeganistão.

A bomba, colocada em uma moto estacionada em uma ponte, explodiu antes da passagem dos policiais. "Dois civis morreram e cinco ficaram feridos", afirmou o comandante da polícia para o sul do Afeganistão, Mohamad Osman.

Dois feridos são crianças. O suspeito de ter detonado a bomba também ficou ferido e foi detido.

Em um incidente similar na segunda-feira à noite, cinco civis morreram e dois ficaram feridos na explosão de uma bomba de fabricação caseira no distrito de Shindad, província de Herat, também no sul do país.

A Otan anunciou nesta terça-feira a morte de dois soldados na explosão de uma mina no Afeganistão. Como é habitual, a Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) não revelou a nacionalidade dos militares.

Com estes óbitos subiu para 435 o número de soldados estrangeiros mortos em operações militares no Afeganistão no decorrer do ano, segundo um balanço da AFP com base nas informações divulgadas pelo site independente icasualties.org.