Afeganistão: bomba em estrada mata 2 soldados dinamarqueses

Agência AFP

CABUL - Dois soldados dinamarqueses morreram e outros três ficaram feridos, dois deles com gravidade, em um atentado à bomba na província de Helmand (sul do Afeganistão), informou o exército dinamarquês neste sábado.

"É com dor que recebemos a notícia de que uma bomba em uma estrada causou a morte de dois soldados dinamarqueses e feriu outros três, dois deles com gravidade, enquanto estavam realizando seu dever", afirmou em um comunicado o chefe da Defesa, Knud Bartels.

Um tanque dinamarquês que estava em patrulha chocou-se contra uma bomba colocada na estrada neste sábado ao meio-dia, a cerca de 6 km a nordeste da cidade de Gereshk, segundo o comunicado.

A Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf, sob o comando da Otan) conta com 750 soldados dinamarqueses. A maioria está na província de Helmand, sob comando britânico.

A Isaf tinha informado neste sábado que dois soldados tinham sido mortos em um atentado a bomba no sul do Afeganistão, mas não havia revelado sua nacionalidade.

No total, 34 soldados dinamarqueses morreram no Afeganistão desde a invasão do país no fim de 2001 pela coalizão internacional liderada por Washington.