Polícia francesa interrogará dona da L'Oréal na próxima semana

Agência AFP

PARIS - A herdeira da L'Oreal Liliane Bettencourt será interrogada "na próxima semana" pela polícia sobre o conteúdo das conversas entre ela e seus assessores (gravadas sem o seu consentimento) que sugerem operações fraudulentas na gestão de sua fortuna, indicaram neste sábado fontes ligadas a ela.

A herdeira da L'Oréal e detentora da terceira maior fortuna da França, que atualmente está de férias em Formentor, Espanha, será interrogada em sua casa a pedido da Promotoria de Nanterre (oeste de Paris), indicou esta fonte.

"Bettencourt retornará da Espanha no início da semana e será interrogada pelos policiais da brigada financeira, provavelmente em sua residência", indicaram à AFP seus assessores.

Liliane Bettencourt, de 87 anos, será interrogada sobre o conteúdo das gravações clandestinas de conversas entre ela e seus colaboradores, realizadas por seu ex-mordomo entre maio de 2009 e maio de 2010.

Essas escutas ilegais sugerem operações fraudulentas na gestão da fortuna da mulher mais rica da França.

Também foram suscitadas suspeitas de conflitos de interesses ou de tráfico de influência do ministro do Trabalho Eric Woerth, cuja esposa, Florence, trabalhou em uma empresa encarregada de administrar a fortuna de Liliane Bettencourt quando ela ocupava o Ministério do Orçamento (2007-março 2010).

Eric Woerth será interrogado em breve. Sua esposa prestou depoimento na quarta-feira passada.