Papa expulsa padre americano acusado de pedofilia

Agência AFP

CIDADE DO VATICANO - O papa Bento XVI expulsou do clero um padre americano acusado de ter abusado sexualmente de um adolescente há mais de 30 anos, informou nesta quinta-feira a diocese de Ohio, no nordeste dos Estados Unidos.

"O Vaticano avisou à Diocese de Youngstown que o papa Bento XVI retirou o sacerdócio de Thomas Crum", destacou um comunicado da diocese.

Crum já não exercia suas funções de padre desde 2009, após um ex-aluno do colégio no qual trabalhava nos anos 70 o acusar de abusos sexuais.

Segundo o jornal Tribune Chronicle, de Ohio, Crum admitiu ter abusado do jovem, mas não foi preso ou julgado porque o crime havia prescrito.

A Igreja Católica é abalada por uma série de escândalos de pedofilia em vários países, especialmente na Áustria, Bélgica, Irlanda, Alemanha e Estados Unidos.