Diocese de Roma pede rigor contra conduta de padres homossexuais

Agência AFP

ROMA - A diocese de Roma afirmou nesta sexta-feira que está decidida a reagir com rigor diante de qualquer conduta indigna da vida sacerdotal, depois da publicação, em uma revista italiana, de uma reportagem sobre a vida sexual dos padres homossexuais.

"Aqueles que têm uma 'vida dupla' não entendem o que é o 'sacerdócio católico' e não deveriam ser sacerdotes", indica a diocese em um comunicado.

"Ninguém os obriga a continuar sendo sacerdotes e a aproveitar as vantagens de sê-lo. Em nome da coerência, deveriam confessar o que fazem. Não queremos causar danos a eles, mas não podemos permitir que sua conduta desonre todos os demais", acrescentou.

O artigo da revista Panorama, publicado nesta sexta-feira, usa uma câmera escondida para registrar "os sacerdotes que têm relações sexuais com outros homens nos bares romanos, no bairro gay ou em suas próprias casas".

A diocese de Roma afirma estar "decidida a punir com rigor, segundo as normas da Igreja, qualquer conduta indigna da vida sacerdotal".