Cinco americanos são condenados por terrorismo no Paquistão

Agência AFP

SARGODHA - Cinco americanos detidos no Paquistão por terem tentado entrar em contato com rebeldes islamitas ligados à Al-Qaeda foram condenados nesta quinta-feira a dez anos de prisão por terrorismo, anunciou um promotor paquistanês.

Os cinco estudantes americanos de origem paquistanesa, etíope, eretreia e egípcia, fugiram de suas famílias nos Estados Unidos e foram detidos no início de dezembro de 2009 em Sargodha (centro).

"Cada um deles foi condenado a dez anos de prisão, declarados culpados de terrorismo", anunciou à AFP o promotor Nadeem Akram Cheema.

O julgamento e o anúncio do veredicto aconteceram a portas fechadas.