Câmara dos EUA aprova novas sanções contra Irã

Agência AFP

WASHINGTON - A Câmara de Representantes dos Estados Unidos aprovou nesta quinta-feira, por ampla maioria, um novo pacote de sanções unilaterais contra o Irã, para forçar Teerã a abandonar seu programa nuclear.

Legisladores votaram por 408 a favor e 8 contra pela validação da medida, horas depois do Senado aprová-la por unanimidade.

O texto, negociado entre as duas câmaras do Congresso americano, será enviado agora ao presidente Barack Obama para sua promulgação.

Esta votação ocorre pouco depois da adoção de novas sanções a Teerã pela ONU. Dirigentes da União Europeia também decidiram na última semana adotar uma série de medidas adicionais contra a República Islâmica.

O texto americano, portanto, completará essas sanções internacionais.

"Devemos utilizar todas as ferramentas a nossa disposição para deter o avanço do Irã em direção ao tema nuclear", disse a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, pouco antes da votação.

O projeto de lei reforça uma legislação que já está em vigor, com uma nova gama de sanções econômicas, tentando, por exemplo, obstruir o abastecimento de gasolina ao Irã, que não dispõe da capacidade de refinamento suficiente.