Governo britânico anulará projetos apresentados por trabalhistas

Agência AFP

LONDRES - O governo de coalizão britânico anulará ou suspenderá duas dezenas de projetos aprovados pelos trabalhistas no valor de 10,5 bilhões de libras (15,5 bilhões de dólares) em meio aos esforços para diminuir o déficit público.

O secretário de Estado do Tesouro, Danny Alexander, anunciou ao Parlamento a anulação de 12 projetos avaliados em 2 bilhões de libras em setores como saúde, emprego e cultura, além da suspensão de outras 12 iniciativas avaliadas em 8,5 bilhões de libras que deverão ser revisadas, acusando seus antecessores de "gastar o dinheiro que simplesmente não tinham".

"Estamos decididos a lutar contra o déficit orçamentário sem precedentes e a má gestão da economia que vimos na última década, mas estamos igualmente determinados a fazê-lo de uma forma justa e responsável", explicou o liberal-democrata Alexander.

"Como resultado das pobres decisões tomadas pelo governo anterior, decidimos cancelar alguns projetos que não têm uma boa relação de custo e benefício, e suspender outros à espera de revisão", completou.

Por outro lado, Alexander disse que reduzirá em ao menos 1 bilhão de libras um "buraco negro" de 9 bilhões de libras em compromissos de gastos aprovados pelos trabalhistas, mas que ainda não tinham fundos assegurados.