Chávez insiste com Obama para extraditar Posada Carriles

Agência AFP

CARACAS - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, pediu mais uma vez ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que extradite o "maior terrorista da história da América Latina", Luis Posada Carriles.

"Obama, mande-nos o Posada Carriles", declarou Chávez durante um ato público transmitido pela televisão.

"Os Estados Unidos acusam a Venezuela e Cuba de apoiar o terrorismo, mas no território dos Estados Unidos está o maior terrorista da história desse continente: Posada Carriles", acrescentou. "Essa é uma demonstração contundente do grande cinismo dos Estados Unidos".

Posada Carriles foi condenado na Venezuela pela explosão, em 1976, de um avião civil cubano, que deixou 73 mortos, e preso nesse mesmo ano em Caracas, vindo a fugir em 1985.

Por outro lado, Cuba o acusa por uma série de sabotagens com bomba contra hotéis de Havana em 1997 e vários planos para assassinar o ex-presidente Fidel Castro.

Ele vive agora em liberdade em Miami. Foi detido em 2005 por um processo migratório, mas acabou libertado em maio de 2007.