Gates: EUA esperam progressos no Afeganistão até o fim do ano

Agência AFP

WASHINGTON - O secretário de Defesa americano, Robert Gates, disse nesta quarta-feira, em Londres, que seu país espera sinais de progressos no Afeganistão até o final do ano, apesar do crescente número de vítimas.

Gates assinalou que o comandante das forças da Otan no Afeganistão, o general Stanley McChrystal, "tem bastante confiança que, antes do fim do ano poderá assinalar progressos suficientes para validar a estratégia e também justificar que sigamos trabalhando nisso", declarou, em um encontro com jornalistas.

Gates também afirmou que a recusa da União Europeia (UE) em incorporar a Turquia no bloco é, em parte, responsável pela deterioração das relações entre Ancara e Israel.

"Alguns na Europa se negaram a conceder à Turquia o tipo de vínculo orgânico com o Ocidente que buscava", afirmou.

As relações entre Turquia e Israel se deterioraram depois do recente ataque de comandos israelenses contra frota humanitária pró-palestino, no qual morreram nove turcos.