Benigno Aquino é proclamado o 15º presidente das Filipinas

Agência AFP

MANILA - Benigno Aquino, filho da ex-chefe de Estado Corazón Aquino, foi proclamado nesta quarta-feira o 15º presidente das Filipinas pelo Parlamento, depois de ter obtido uma estrondosa vitória das eleições de 10 de maio.

Legisladores de ambas as câmaras proclamaram a vitória de Aquino, de 50 anos, nessas eleições em que ele obteve mais de 15,2 milhões de votos, superando por 5,7 milhões seu adversário mais imediato.

Aquino será o primeiro presidente solteiro de um país em que a primeira-dama desempenha um papel importante.

O novo presidente é filho de duas personalidades que encarnam a luta pela democracia na década de 80: Corazón Aquino, falecida em agosto de 2009 e que chegou ao poder em 1986 depois de uma rebelião popular contra o ditador Ferdinand Marcos, e seu marido Benigno "Ninoy" Aquino, dirigente opositor que foi assassinado em 1983 ao voltar do exílio.